Programa "A nossa Tarde"- como tudo aconteceu - .

08 maio 2021

Programa "A nossa Tarde"- como tudo aconteceu






Quem me conhece sabe que eu sou de emoções, de nervos à flor da pele e que luto todos os todos os dias   para estar mais atenta aos outros. Uma vez, um quase-namorado disse-me que não poderíamos namorar, porque eu era demasiado intensa e deixava-o desconfortável, e reconheço-lhe alguma razão- tenho dificuldade em viver adormecida.

Tudo isto a propósito do programa " A nossa tarde", da RTP1, onde participei na passada quinta-feira. Eu conto como aconteceu.

A minha mãe é fã número um do canal 1 e adora a Tânia. Ora no confinamento, tal como quem tem filhos pequenos e só vê Canal Panda e Disney Channel, não é difícil adivinhar em que canal estava sempre sintonizada a televisão cá de casa. E a Tânia, os vestidos da Tânia, o sorriso da Tânia e o que se passava no programa era sempre tema de conversa- eu bem que me tentava escapar, mas minha mãe é persistente e comecei a reparar que nesse programa se contavam histórias de vida, mas de uma forma mais positiva.

Uma noite, durante o ensino à distância, depois de corrigir um trabalho que o Rodrigo me enviara, mandei uma mensagem à Tânia Ribas, via Instagram, a dizer-lhe que conhecia um menino, uma família que era inspiradora e que adivinhava que ela iria gostar. Inacreditavelmente, um segundo depois, ela respondeu-me  a pedir para enviar a história para o email do programa.

Contactei a Cláudia, disse-lhe da minha intenção e pedi-lhe autorização. Ela pediu-me tempo para falar com o marido e no dia seguinte, com o seu jeito maravilhoso, respondeu-me que sim, mas que achava que o que fazia não era nada de especial (como se engana).

E assim fiz. Numa noite, escrevi de forma resumida a história de amor que  queria que mais gente conhecesse, e esqueci o assunto, até que me responderam e a aventura começou.

Muitos telefonemas depois, com a equipa de produção a assegurar que seria contada uma história de amor e de luz, e não uma história de dramatismo e cheia de inhos, começou a desenhar-se a meia hora de emoção que se viveu em estúdio.

Pedi autorização à direção da escola e aos pais dos meus alunos, pensei nas pessoas que sei que fazem sentido na história e na vida do Rodrigo e da Cláudia e terça-feira foram gravados os testemunhos que passaram(e dos quais a Cláudia nem suspeitava).

Na quinta-feira,  muito fanhosa, cheia de alergias e sem medicação para não adormecer enquanto conduzisse, depois das aulas dadas, pus-me ao volante, com a Cláudia ao lado. Eu a tremelicar por todo o lado, receosa que a história não fosse contada como imaginava, e ela serena, luminosa, a sorrir o tempo todo, a dizer que ainda não percebia bem porque ia, a dar-me as indicações do GPS para chegarmos a horas.

Chegámos, oferecemos os bolos revestidos a amendoim que são típicos da Maceira e eu acalmei. Contudo, quando a vi sentada no sofá, os meus nervos não pararam de aumentar e, quando me sentei  para falar um bocadinho, as palavras pareciam não sair. Já a Cláudia foi o que sempre é- luz, serenidade, paz e amor (lá está, confirma-se o que o quase- namorado me disse).

Correu tudo bem. A história inspiradora, feita de luz e de amor do Rodrigo, da Cláudia, do Ricardo, da Violeta... foi bem contada. e, não menos importante, os meus alunos tiveram também a homenagem que merecem, porque me ensinam muito a mim e a tantos adultos como é viver feliz com todas as nossas diferenças. Quem viu, dificilmente não se emocionou e aposto que a Cláudia vai inspirar muitas pessoas- a mim, inspira-me todos os dias.

 Valeu muito a pena. Vale sempre a pena falar de amor! Vale sempre a pena dizer que se gosta, elogiar, ser menos amargo e respeitar os outros. Tenho mil defeitos, mas o que nunca terei é o de ser insensível ao que me rodeia. 

Se vocês também conhecerem uma história de luz como a da Cláudia e do Rodrigo, partilhem-na com quem gostam ou, se vos fizer sentido divulgar para mais gente, enviem-na para anossatarde@rtp.pt. Eu não me arrependi de o fazer!


Para quem quiser ver o programa, é só clicar na imagem.





6 comentários:

  1. Que lindo!
    Muitos parabéns. Já me emocionei tanto!

    ResponderEliminar
  2. emocionei-me muito com a reportagem. muito obrigada pela sua partilha e muitas felicidades desta esta família incrível.

    ResponderEliminar
  3. Oh... tão lindo 💙
    Obrigada!

    ResponderEliminar