Encerrado - gira aos quarenta

15 setembro 2018

Encerrado


Já uns tempos que pensava em deixar de escrever por aqui. Não pensem que cedi à primeira. Nada disso... já sabem  que eu não sou miúda de desistir à primeira. 

Ultimamenente já tinha de me esforçar um bocadinho para vir aqui escrever. Muitas vezes não me apetecia, mas forçava-me a procurar conteúdo para publicar... Estava a acontecer demasiadas vezes e cheguei a um ponto em que tive de ponderar se tinha o blogue por prazer (como até aqui) ou se era mais uma preocupação para mim.

A verdade é que, às vezes, ter um blogue lido por tanta gente que me conhecia, limitava-me. Outras vezes eu própria sentia que já andava a exigir muito de mim porque sentia que as pessoas esperavam de mim que eu estivesse sempre cuidada e bonita ( e se eu gosto de me arranjar, gosto igualmente de andar de cara lavada).


Foram quase nove anos e o blogue proporcionou-me muitas experiências fantásticas, mas sobretudo o contacto com pessoas que me acarinharam muito e me apoiaram sempre. 
Tomei a decisaõ sozinha e nem o Luís ainda sabe. Saberá ao mesmo tempo que as pessoas que mais me apoiaram-os meu leitores.


A decisão não foi fácil e neste momento sinto-me triste por deixar este espaço. O blogue foi onde partilhei alegrias e tristezas e custa-me. Sei, contudo, que neste momento é o melhor para mim. Estou serena e sou uma mulher decidida- o capítulo Gira aos Quarenta acabou- também tenho quase cinquenta anos:).

Não estarei pela blogosfera, mas para já continuarei pelo Instagram (sofia.francisco70) e  no Facebook. E podem sempre contactar-me para o email do blogue-giraaosquarenta@gmail.com.



Obrigada por terem estado comigo. Obrigada por tanto.

Não se esqueçam de vocês, por favor.

A vida prossegue.



17 comentários:

  1. Chegámos à blogosfera na mesma altura, lembro-me bem. Tenho pena, mas obviamente respeito (e até compreendo) a tua decisão.
    Muitas felicidades, onde quer que estejas, sempre!

    ResponderEliminar
  2. Não é à toa que comento com este perfil. Este, que nos trouxe para a vida uma da outra através da blogosfera que, incontornavelmente, mudou (e moldou), de certa forma os nossos destinos, a partir do dia em que tomámos a iniciativa de fazermos parte dela. Eu só posso agradecer pelas pessoas maravilhosas que trouxe à minha vida, directa e indirectamente, sendo que tu és uma delas.
    Um grande beijinho querida Sofia.

    ResponderEliminar
  3. Só lamento ter-te descoberto tão tarde...
    Um grande xi-coração, Sofia :)
    Acredito que terás outros projectos!

    Vou acompanhando do outro lado.

    Beijinho
    Carla

    ResponderEliminar
  4. Muitas felicidades e boa sorte! :)

    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Tenho muita pena, lembro-me de a ler pela primeira vez e pensar, que pena não ter uma pessoa assim na minha vida. Gosto muito da sua forma tão genuína e verdadeira de ser e de escrever. Vamos todos sentir a sua falta, mas se esse é o seu desejo, só temos que aceitar. Desejo-lhe tudo de bom, para a Sofia e para a família linda que construiu. Um abraço e um beijinho, até sempre ��

    ResponderEliminar
  6. Tenho pena.Gostava de vir aqui.Desejo-lhe tudo de bom,pessoal e profissionalmente.Um beijinho.Teresa

    ResponderEliminar
  7. Olá Sofia. Tenho muita pena que acabe o blog. Gostava muito de a ler, pois identifico me um bocadinho consigo ( sou professora de línguas, tive o marido a trabalhar fora do país, tenho 2 filhos). Espero estar enganada, mas noto algum problema por detrás desta sua decisão. Já agora, ando para lhe dizer uma coisa há muito tempo: fui colega de Curso de 2 grandes amigas suas: a Paula Barge e a Patrícia Custódio , de Leiria, e quando soube isto, num jantar de Curso, senti-me ainda um bocadinho mais próxima de si. Um beijinho e....reconsidere a decisão, por favor!

    ResponderEliminar
  8. Quando a escrita passa a ser uma obrigação, deixa de fazer sentido continuar.
    Para a frente é que é o caminho e felicidades ao fazê-lo.
    Bjd

    ResponderEliminar
  9. Oh, que pena... :(
    Compreendo e respeito a decisão, mas vai fazer-me falta... :(
    Beijinhos e muito momentos felizes pela vida fora. Vou guardar uma esperançazinha de que voltes "Gira aos cinquenta"!

    ResponderEliminar
  10. Querida Sofia, agradeço à blogosfera (particularmente à blogosfera dos Old days) ter permitido o nosso encontro. Tu és uma das "minhas" pessoas e a minha vida é melhor porque te conheço.
    Obrigada por tudo o que partilhas. Obrigada por tudo. Preciso e quero-te na minha vida on e off line
    Beijinho doce

    ResponderEliminar
  11. Olá!
    Fico com muita pena. Sempre gostei de vir cá espreitar e identifico-me com muitas das coisas que escreve. Felicidades para si e toda a família.
    CR

    ResponderEliminar
  12. Que a vida lhe sorri SEMPRE, seja aos 40, 50,60, etc

    ResponderEliminar
  13. Querida Sofia,
    percebo, mas quero dizer-lhe que tenho pena. Gosto do seu low profile, da sua falta de pretensão, da sua genuinidade. Desejo-lhe muitas felicidades e que a vida lhe corra bem!

    ResponderEliminar
  14. Nesta despedida, vem-me à memória as palavras que terão sido proferidas pelo grande Carlos Drummond de Andrade e que eu já tinha registado aqui no teu blogue, algures em 2015:

    Viver é uma oportunidade única de amar e sentir o lado bom das coisas:
    ...mesmo que seja breve…
    ... mesmo que deixe saudades.


    Adaptando o título de uma obra do Sr. Luís de Sttau Monteiro:
    "Agarra o verão, Sofia, agarra o verão".

    Desejo-te as maiores felicidades

    Um ramo de :-) (sorrisos)

    ResponderEliminar
  15. Compreendo as palavras :) e o sentimento! Muitas felicidades ♥

    ResponderEliminar