As redes socias e eu - .

18 fevereiro 2021

As redes socias e eu

2020 foi o ano em que deixei de ter paciência para seguir nas redes sociais quem vive a vida a tentar impingir--nos uma vida que não é verdadeira... Sempre também cansa, não é?
Claro que eu sei que todos o acabamos por fazer em algum momento. Eu própria só mostro o que quero e não vos conto tudo dos meus dias cinzentos e das minhas imperfeições.
Contudo, sou crescida o suficiente para não me deixar enganar por pessoas que num dia são super fãs do Boticário e no outro gostam é dos produtos da Rituals. Ou das que mostram que os produtos da My Label do Continente é que são bons, mas logo a seguir falam maravilhas da Guerlain.
Ou das que nos falam a toda a hora dos produtos do Lidl, ou da manteiga X.
Asseguro-vos que não é inveja e compreendo que quem vive de redes sociais precise de se alimentar e ganhar a vida, mas uma vida e uma imagem sempre cor de rosa acaba por magoar a vista.
Gosto de redes sociais, mas quero fazer as escolhas certas para seguir quem me acrescenta.
Também gosto de filtros, mas preciso de não ir na corrente e de usá-los com moderação. É que sabem, se nao o fizer corro o risco de enganar quem me lê, e mais grave ainda, enganar-me a mim própria.

2 comentários: