Sou vaidosa, e então? - gira aos quarenta

19 abril 2018

Sou vaidosa, e então?

Vestido Zara, casaco Massimo Dutti, Óculos Emporio Armani

Desde sempre me lembro de ser vaidosa. 

Hoje, à hora de almoço, no café da minha aldeia, em conversa com a minha mãe e com a costureira que me fazia as roupinhas domingueiras, elas confirmaram que sim, que eu tive sempre opinião e sempre soube bem o que queria vestir. Segundo a minha mãe, que não liga a roupas por aí além e para quem o mais importante é a roupa estar lavada e passada a ferro, eu devo ser assim por ter sido uma francesa que tomou conta de mim até aos quatro anos de idade (a minha mãe trabalhava). Talvez, digo eu.

Não foi sempre assim. Foi quase sempre assim. Lembro uma altura na minha vida em que passei a vestir o que  achava que os outros gostavam,  uma fase em que tentava passar despercebida com receios que pensassem que eu era fútil por ligar demasiado a roupinhas... E não esqueço também uma altura em que eu vestia tudo o que me escondesse as formas...quantas menos pessoas reparassem em mim, melhor.

Contudo, na maioria dos meus quase 48 anos fui vaidosa. A idade (ai... a idade!) trouxe-me o "quero lá saber dos outros", o aceitar-me, o querer cuidar de mim por mim e para mim. Hoje visto o que eu penso que me favorece,  o que me faz sentir bonita, sem complexos ou minhoquices na cabeça. Para quem ainda não chegou a esta fase, o conselho óbvio:o caminho faz-se caminhando.

Sou assim desde que lembro de ser gente. Sou vaidosa, e então?



3 comentários:

  1. Ser vaidosa não tem de ser uma coisa má. É bom quando nos sentimos bem e gostamos do que vemos ao espelho. E adoro o "quero lá saber dos outros" :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Eu estou com menos 10 anos e a caminhar para esse quero lá saber dos outros. De facto neste momento não é mesmo uma preocupação. A preocupação neste momento é encontrar o meu estilo, aquele com o qual me identifico e sinto bem :)

    ResponderEliminar
  3. Se me olho ao espelho e gosto, se me sinto confortável e bonita, também eu penso: "quero lá saber dos outros"!!!!
    Todos os dias, eu me arranjo para mim e ser vaidosa é muito bom. É sinal que temos amor próprio!
    Somos vaidosas, e então? 😉

    Beijinho
    Carla

    ResponderEliminar