Post para quem não gosta do blogue - gira aos quarenta

06 setembro 2018

Post para quem não gosta do blogue


Quando comecei a escrever no blogue, durante muito tempo ninguém sabia que eu escrevia-só o Luís. Depois alguns amigos começaram a seguir, a Rádio Comercial fez um programa sobre ele, muitas pessoas de todo o lado que gostavam de ler blogues começaram a passar por cá e quando criei a página do Facebook muitas pessoas que me conheciam passaram a ler o que eu escrevia. Hoje, e também porque partilho na minha página pessoal, a maioria dos meus amigos e conhecidos sabe o que é o Gira aos Quarenta.

Tenho muitas pessoas que me lêem porque se identificam, porque acham piada à minha maneira de escrever, porque gostam das sugestões, por curiosidade, tanta coisa... Claro está que, no meio de tanta gente, haverá quem gosta e quem não gosta e....não faz mal. E hoje sei que é mesmo assim. Contudo, ainda não consegui superar o facto de saber que há pessoas que seguem a página do Facebook, que lêem o que escrevo com verdade e que gozam com o que escrevo. E isso incomoda-me e  não posso permitir mais.

Vai daí que, pela primeira vez, bloqueei o acesso de algumas pessoas (muito poucas) à pagina do blogue no Facebook. É sabido que só lê quem quer e só segue quem gosta, mas há pessoas que criticam e dizem mal continuando a seguir a página. E isso, aprendi com alguém que mo disse, não posso mesmo aceitar. 

O blogue é um escape meu porque gosto de escrever e, na verdade, gosto que me leiam. Não pretendo escrever livros ou ter posts pagos. Gosto de parcerias com marcas de que eu gosto e sei que nunca serei uma blogger que tem influência suficiente para receber grandes contrapartidas. Mas continuo a escrever porque gosto mesmo, porque me sinto feliz quando alguém vem ter comigo e diz que gosta do que lê (aconteceu agora em Vilamoura-olá, querida Dulce) e porque posso ser um bocadinho de cor-de-rosa na vida rotineira de alguns. Por isso é que peço, se não gostam, se acham que tenho mania a mais ou que me acho muito gira aos quarenta (mesmo já eu tendo explicado que é um trocadilho com o vocábulo "gira") não me sigam no Facebook, não me leiam, deixem ficar quem gosta.  Aprendi, também lendo outras pessoas, que só assim faz realmente sentido.

Nota: Não pensem que foi fácil bloquear alguém ou que sou assim tão assertiva- andei quase dois anos antes de ganhar coragem para bloquear alguém (uma altura houve em que eu nem sabia que era possível:).


6 comentários:

  1. Na minha maneira de ver fez muito bem!

    ResponderEliminar
  2. Olá! Gosto muito de passar por cá e identifico-me com muito do que escreve.
    Obrigada pela partilha e espero que continue sempre tão genuína.
    Beijinhos.
    Cris

    ResponderEliminar
  3. Acredito que não tenha sido fácil, mas acho que fizeste muito bem.
    Eu confesso que prefiro mil vezes ser "lida" por pessoas que não me conhecem na vida real, apesar de haver algumas pessoas (poucas, tanto quanto sei) que me conhecem e lêem o blogue.

    ResponderEliminar
  4. É muito mais fácil criticar do que fazer melhor.
    Também gosto de escrever , sinto-me bem e sei que existem pessoas que acabam por gozar com o que escrevo mas isso não deve ser motivo para parar :)
    Acho que fez muito bem em bloquear - afastar pessoas toxicas só nos faz bem :)

    http://voltaemeiaa.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Separar o trigo do joio, devemos faze-lo no nosso dia a dia!

    ResponderEliminar
  6. Parabéns pela persistência e pela escrita. Leio e gosto, parece-me ser escrita com marca registada e soa-me aos olhos como se fosse dita. Ou seja, com uma empatia brilhante.
    Por falar em olhos recordei-me de "Mulher com chapéu" que reli ao pequeno almoço em ortografiadoolhar. blogspot.com.
    Gozam? Não gozam, digo eu.
    As cabecinhas redondinhas, como se fossem alfinete, pequeninas portanto, apenas se revelam, convencidos que picam: não gozam porque são incapazes para o gozo mais elementar. Quanto mais ler...
    Bj.

    ResponderEliminar