Lotaria-1ºprémio - gira aos quarenta

19 julho 2018

Lotaria-1ºprémio

T
oda a gente tem na família alguémque teve ou tem cancro. As previsões não são animadoras e diz-se que, no futuro, quase toda a gente irá ter algum tipo de cancro. 
Aos quinze anos, quando morreu de leucemia o meu primo-vizinho do lado- querido Márito, de catorze anos, sofri o primeiro embate. Até hoje, como em quase todas as famílias, têm sido muitas as perdas precoces. Há, no entanto, vitórias- a minha mãe está hoje oficialmente curada depois de um cancro de mama muito agressivo.

A verdade é que o cancro é democrático e não discrimina ninguém- o sentir que pode ser qualquer um de nós, não importando as nossas qualidades, o Deus a quem oramos, o saldo da nossa conta bancária é que nos faz sentir que vivemos em  sobressalto. E, quando no mês passado fui tirar do meu peito algo que não devia estar nele, andei a tremelicar um bocadinho. Sou uma mulher muito positiva, mas por vezes lá vinha o pensamento" e se...".
Pois muito bem,os resultados  já chegaram e, para já, não há nada a temer. Respirei de alívio- sabia que nesta lotaria  que é a vida, eu tinha acabo de receber uma cautela premiada. Podemos ansiar por ter isto ou aquilo, por fazer aquilo e aqueloutro, mas  ninguém tenha dúvidas que a saúde é mesmo o 1º prémio.


A propósito, as meninas têm feito os vossos exames?

4 comentários:

  1. Ainda bem que tudo correu bem.

    beijinho também para a mãe.

    ResponderEliminar
  2. É ainda melhor do que o primeiro prémio, a saúde é o mais importante :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Sim e pelo que me foi dito está tudo em ordem felizmente!
    Beijinho
    Cris

    www.lima-limao.pt

    ResponderEliminar
  4. Já tenho as prescrições para ir fazer ☺

    Efectivamente, e depois de ter perdido o meu irmão com 29 anos para essa doença, a saúde é aquilo que mais tem de importar.

    Que bom que estás bem, linda!

    Beijinho
    Carla

    ResponderEliminar