Irlanda-o que eu mais gosto - gira aos quarenta

13 fevereiro 2018

Irlanda-o que eu mais gosto


- Os irlandeses são muito simpáticos: cumprimentam-me na rua, metem conversa comigo nas lojas, elogiam o cabelo do Gonçalo, deram-me uma moeda antiga para o carrinho do supermercado quando eu estava de volta da carteira à procura de uma);

- São educados no trânsito ( é impressão minha, talvez, mas parece que sorriem sempre ao ver o meu ar apalermado a atravessar a rua -nunca sei de que lado surgem os carros);

- A cada esquina há um monumento a lembrar tempos passados e, ao mesmo tempo, há grafites/pinturas a lembrar dias de hoje;

-As lojinhas de comércio tradicional;

-As estradas que nos levam, a serpentear, até ao mar;

- O leite , o queijo e a cerveja (a que mais gostei chama-se Clonmel);

- Os pubs onde se janta e se ouve  música ao vivo;

- O provérbio" se não gostas do tempo irlandês, espera cinco minutos".


Atenção que tenho passado estes dias numa cidade pequena, a experiência de quem vive/está na capital deve ser diferente.

1 comentário: