Às vezes tenho a mania #38 - .

01 fevereiro 2018

Às vezes tenho a mania #38

Finalmente fevereiro.
Ainda está frio, mas já apetece arriscar numas blusinhas e foi o que fiz num domingo destes. A saia é uma básica preta muito antiga, mas a blusinha foi um achado dos saldos da Zara. Pensei um bocadinho (na verdade pensei muito porque eu receio sempre os padrões), mas depois arrisquei. 

Quanto à saia poder ser curta e eu ser uma moça que se aproxima dos cinquenta (ui!), ainda me sinto confortável com o tamanho, porque estou protegida com os collants opacos (os da Calzedonia são os meus preferidos). E depois onde é que estão escritas as regras do que usar ou não usar? Quanto a mim,o que conta é a atitude e o bom senso.

E agora a sério, a maioria das vezes eu não me visto assim. Mas tenho dias em que tento deixar as calças de lado e enfeitar-me um bocadinho. Para quem? Para mim, claro!






Saia Zara (muito antiga)
Blusa Zara
 (o laço é para a frente, mas eu mandei cortar o comprimento do laço e aperto só atrás)
Botas- Helsar (aqui)

Fotos de Samanta Batista (prometo um post para conhecerem esta miúda talentosa)



11 comentários:

  1. Adoro ver a blusa!! MESMO gira...

    Novo post: http://abpmartinsdreamwithme.blogspot.pt/2018/02/dream-trip-precos-restaurantes.html

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  2. Muito linda! :)

    Beijinhos,
    Raquel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Raquel.
      Que tenha um bom fim-de-semana

      Eliminar
  3. Muito elegante!
    http://ancoraggio.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  4. Estou completamente apaixonada pela blusa! Ficas muito gira!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. Eu nem sou muito de padrões, mas deste gostei.Beijinhos

      Eliminar
  5. Sofia, ficaste linda, fresca e leve.
    Como és!
    Independentemente da idade, é uma questão de atitude.
    Hoje em dia, uma mulher de 40 pode usar coisas que seriam proibidas para a minha avó.

    Cabelos compridos, saias curtas, tudo nos é permitido.
    Com bom gosto e muito bom senso!

    Beijinhos,
    Paula

    Vida de Mulher aos 40



    ResponderEliminar