Sofia- a agradecer a sorte de envelhecer! - gira aos quarenta

27 janeiro 2018

Sofia- a agradecer a sorte de envelhecer!

Foto tirada há não sei quanto tempo pelo Gonçalo. Sem photoshop (apenas porque não sei usar convenientemente:).

Eu não sou melhor do que ninguém. Tenho mil e um defeitos. Sou muitas vezes resmungona, principalmente para os que me são mais próximos. Sou teimosa e tenho muitas vezes a mania de que só eu é que sei. Por vezes julgo os outros e não devia. Outras, queria perdoar quem me magoou e não consigo. E penso coisas que não tenho a certeza de estarem certas. E tanta coisa mais...

Mas sei também que tenho qualidades que gosto muito de ter- não passo a vida a lamuriar-me, a queixar-me... Agarro a vida de frente, gosto de apoiar pessoas e causas e tenho (quase) sempre uma palavra amiga ou um sorriso para dar.

A minha mãe ensinou- me a ter garra para enfrentar o dia-a-dia, a vida tem-me ensinado que simpatia e ajudar o(s) outro(s) só nos faz mais felizes.

Não sou melhor do que ninguém, repito. Mas sei que hoje sou uma pessoa muito melhor do que já fui. E embora não goste assim por aí além das rugas que tenho a mais na minha pele, sei que gosto mais da mulher que  hoje sou do que aquela que era há dez anos atrás.

E sim, o óbvio... tenho tanta sorte por estar a envelhecer!

7 comentários:

  1. Sofia que bonito texto! és linda por fora e por dentro de acordo com a descrição que fizeste com muito tb do que sou com hoje 35 sempre a querer melhorar!!
    obrigado pelo exemplo e testemunho!

    bjos doces

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Mel. Um grande beijinho e obrigada por me leres❤️

      Eliminar
  2. É mesmo assim!
    Também gosto muito mais da mulher que sou hoje! (mas não gosto nada de estar a envelhecer... nada mesmo!)

    Beijinho
    Carla

    ResponderEliminar
  3. Parabéns Sofia. Eu vou à frente, tenho 52, e estou muito feliz pela pessoa que sou hoje (sempre a tentar melhorar que não sou obra acabada). Apesar das rugas que não gosto, das coisas menos agradáveis da menopausa, estou feliz com o facto de estar viva e com saúde,pela família que tenho, os amigos e tudo o que vivi até agora (o bom e o mau). Que bom que pela blogosfera se vão encontrando pessoas reais (acima dos 45).
    Beijinhos
    Isabel

    ResponderEliminar
  4. Sofia, eu acho que estás de parabéns porque estás óptima. Temos a mesma idade, colheita de 1970, e acho que estou muito mais envelhecida.É verdade que a vida não foi muito simpática comigo neste últimos anos! Apenas tenho sorte numa coisa, só tenho 3ou 4 cabelos brancos e nunca pintei o cabelo! Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. "Entre a vida e a morte, estamos de passagem" Lá dizia o António Manuel Ribeiro, dos UHF.
    Mas não é uma passagem qualquer, é um verdadeiro milagre, a que se dá simplesmente o nome de viver, pelo que o nascer, crescer, amadurecer, envelhecer, são simples partes daquele maravilhoso todo.

    E o seu texto é um fascinante fresco, que retrata de uma forma belíssima essa milagrosa aventura.

    Com um ramo de :-) (sorrisos)

    ResponderEliminar
  6. Predicados e virtudes!
    Os invejosos chamam-lhe pecados ou defeitos.

    ResponderEliminar