Eu e o facebook -é complicado - gira aos quarenta

03 dezembro 2017

Eu e o facebook -é complicado


Tenho mais de mil amigos no Facebook. No meu dia-a-dia, sempre que preciso mesmo de um, penso que  não são mais do que os dedos das minhas mãos.
A minha página de Facebook  mostra sobretudo fotos em que pareço feliz, em que partilho momentos de alegria, jantares saborosos e viagens especiais. E contudo, na realidade dos dias, a minha vida  não é assim tão cor-de-rosa. É que a página do Facebook não mostra as conversas mais duras que tenho com os meus filhos, as lágrimas de desencanto que por vezes correm, não transmite as minhas neuras e não tem fotos minhas vestida  com o meu velho casaco e as minhas meias de lã. A minha vida é, de facto, parecida com tantas mulheres da minha idade: corro para um lado e para o outro, faço muitas vezes o jantar só porque tem de ser, resmungo com quem mais amo e tenho muitos dias que só me apetece hibernar debaixo do edredom.

A verdade pura é que a Sofia que mora no país do Facebook não é a Sofia de quarenta e sete anos que vive numa aldeia do concelho de Leiria. Os mundos são bem diferentes e a mulher que vive na rede social tem uma vida bem mais glamourosa do que a mulher que vive numa rua sem saída de uma aldeia portuguesa. São dois mundos distintos: no Facebook eu mostro aos mil e um amigos o que só quero mostrar; na vida real eu mostro aos poucos que tenho como eu realmente sou. Podem até, por vezes, existir algumas semelhanças, mas a vida como ela realmente é não precisa de “likes” dos outros para ter muito mais valor.


5 comentários:

  1. Sigo-te aqui e no insta, não sei se costumo ir ao facebook. Mas tenho a certeza que não somos amigas facebookianas. Confesso que já fui muito mais adepta do facebook, fiz uma grande limpeza na minha conta. Não me apetece mostrar apenas parte de mim, porque só quem conhece o meu lado menos glamouroso, por assim dizer, merece saber do meu lado mais brilhante. Também sou uma mulher assim como tu!

    ResponderEliminar
  2. Obrigada por tanto. Beijinho mesmo grande

    ResponderEliminar
  3. Cada vez me mete mais "nojo" o facebook, desculpa a expressão! Parece que todos levam uma vida de sonho e só eu é que tenho tantos momentos de dor e em que as coisas parece que não correm bem... estou a ponderar para o próximo ano desligar-me desta rede...

    bjinhos, desculpa o desabafo.

    ResponderEliminar
  4. Subscrevo na integra....preocupa-me bastante o efeito desta virtualidade feliz nas novas gerações.
    Parabéns
    Isabel

    ResponderEliminar