Fim-de-semana de uma mulher não desesperada - gira aos quarenta

26 novembro 2017

Fim-de-semana de uma mulher não desesperada


Vestir uma roupa confortável, apanhar o cabelo e esquecer a maquilhagem;

Ir ao cemitério e ir comprar tremoços com a mãe (as duas coisas não têm nada a ver, mas ao sábado raramente falho estas duas;

Gastar umas horas nas lides domésticas;

Colocar flores frescas nas jarras;

Fazer de motorista de adolescentes;

Ir a pé ao café da aldeia e comprar pão fresco;

Cozinhar e ter prazer nisso (polvo, quiche de legumes, salame de chocolate e nozes, "brigadeiros" de frutos secos...);

Preparar a semana que aí vem (aulas, roupa para treinos dos miúdos...);

Ver as séries para as quais não tive tempo durante a semana;

Aproveitar os raios de sol na varanda;

Agradecer.





Sem comentários:

Enviar um comentário